Foto divulgação: Estação Cidadania

A Estação Cidadania Cultura em Serrinha – Bahia totaliza um investimento do Governo Federal de cerca de R$ 1,9 milhões e possibilitará ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho e serviços socioassistenciais.

Nesta sexta-feira (09.04), o Secretário Especial da Cultura cumpre agenda na cidade de Camaçari (BA), onde acompanhará a inauguração de uma unidade da Estação Cidadania-Esporte (CIE), iniciativa que visa fortalecer ações culturais, práticas esportivas e de lazer. Marcado para 15h30, o evento contará com a presença do ministro do Turismo, Gilson Machado, do ministro da Cidadania, João Roma, do secretário especial da Cultura, Mario Frias, do deputado federal Adolfo Viana, do prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo, além de outras autoridades.

No sábado (10.04), a comitiva interministerial do governo visitará as futuras instalações do CIE e inaugurará uma unidade da Estação Cidadania Cultura, projeto liderado pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

A unidade da Estação Cidadania-Cultura em Serrinha é a sétima a ser inaugurada na Bahia. A Estação Cultura conta com 2 edifícios multiuso, dispostos numa praça de esportes e lazer: CRAS; salas multiuso; biblioteca; telecentro; cineteatro/auditório com 60 lugares; quadra poliesportiva coberta; pista de skate; equipamentos de ginástica; playground e pista de caminhada.

Foram mais de R$ 1,9 milhões investidos na iniciativa, que beneficiará toda a população de Serrinha. O estado baiano conta com outras 07 Estação Cidadania Cultura já inaugurados (Camaçari, Cruz das Almas, Dias D’Ávila, Juazeiro, Lauro de Freitas, Santo Antônio de Jesus) e agora Serrinha.

O projeto Estação Cidadania Cultura integra, num mesmo espaço, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital para promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social das cidades brasileiras.

Fonte: Ascom/Secult


Fonte: Cultura