<a href=”http://www.tenhomaisdiscosqueamigos.com/2019/12/06/who-novo-disco-who/”><div class=”media_box full-dimensions660x360″>

<div class=”edges”>
<img class=”croppable” src=”https://img.r7.com/images/the-who-who-06122019085623715?dimensions=660×360″ title=”The Who – Who” alt=”The Who – Who” />
<div class=”gallery_link”>
</div>

</div>
<div class=”content_image”>
<span class=”legend_box “>The Who – Who</span>
<span class=”credit_box “>Tenho Mais Discos Que Amigos</span>
</div>
</div>

</a>Divulgação E chegou o grande dia para fãs do <strong>The Who</strong>!

Pela primeira vez desde 2006, a lendária banda britânica está apresentando ao mundo um novo álbum de inéditas, dessa vez intitulado apenas como <em><strong>Who</strong></em>, algo que a banda nunca tinha feito na carreira.

Ao todo, o novo disco tem 11 faixas (14 na versão deluxe) e conta com produção do guitarrista <strong>Pete Townshend </strong>ao lado de Dave Sardy (Noel Gallagher, Oasis, Gorillaz, LCD Soundsystem) e Dave Eringa (Manic Street Preachers) que trabalhou nos vocais de <strong>Roger Daltrey</strong>.

Vale ressaltar também que uma das faixas, ‘Break The News’, conta com a participação do guitarrista <strong>Simon Townshend</strong>, irmão de Pete que tem seu nome ligado a artistas como Pearl Jam e Dave Grohl, e colabora com frequência com o The Who.
Novo Disco do The Who
<em>Who </em>foi gravado em Londres e Los Angeles durante diferentes períodos de 2019 e conta com o baterista <strong>Zak Starkey </strong>e o baixista <strong>Pino Palladino</strong>, além de participações de <strong>Benmont Tench, Carla Azar, Joey Waronger, Gus Seyffert </strong>e <strong>Gordon Giltrap.</strong>

O álbum tem sido considerado como um grande retorno à forma e um dos melhores trabalhos do grupo desde os Anos 70, e sua chamativa capa foi criada pelo artista <strong>Sir Peter Blake</strong>, que conheceu o grupo em 1964 durante a gravação de um programa de TV e trabalhou na arte de <em><strong>Face Dances</strong></em>, disco de 1981.

As letras das novas músicas do The Who falam sobre distintos assuntos, desde o mercado da música até a reencarnação, passando pelo incêndio no prédio Grenfell Tower, que abalou a Inglaterra.

Em uma declaração bastante contundente, Daltrey disse que acha que esse é o melhor disco da banda desde o lendário <em><strong>Quadrophenia</strong></em>, de 1973.

Você pode tirar as suas próprias conclusões apertando o <em>play </em>logo abaixo.


Fonte: r7 Music