Slipknot mostra novas máscaras de 2019

Slipknot mostra novas máscaras de 2019
Tenho Mais Discos Que Amigos

Foto por Alexandria Crahan Conway O Slipknot, assim como quase todas as bandas, também começou do zero — e, é claro, passou por algumas situações bizarras ao longo do caminho.

Corey Taylor, vocalista do grupo, revelou que sua banda chegou a abrir o show de uma atração de… jazz. Pois é, a história aconteceu Des Moines, Iowa, cidade natal dos caras e onde Shawn ‘Clown’ Crahan tinha um bar.

Em entrevista à BBC Radio 1 (via Loudwire), Taylor contou:
Foi uma troca de shows porque o Clown tinha um bar em Des Moines. Todos eles, tipo, nos encararam como se tivéssemos cagado em nossas mãos e atirado neles. Eles ficaram tão chocados com a loucura. E então voltando para casa, as duas vans quebraram no meio do nada, no meio do inverno. Então alguns de nós ficaram, outros caminharam para chamar o guincho. Era o que a gente fazia.
Ele ainda continuou:
Eu me lembro de construir uma ventilação de papelão para o aquecedor só para esquentar um pouco. Todos nós juntamos nossos equipamentos o mais próximo possível desse estranho aquecedor — foi brutal. E depois ter que acordar no dia seguinte e ir trabalhar.
O vocalista não revelou o nome da tal banda de jazz, mas aposto que eles também se lembram deste dia até hoje.

LEIA TAMBÉM: Corey Taylor (Slipknot) afirma que seu disco solo vai ‘mudar o mundo’
Fonte: r7 Music