<div class=”media_box full-dimensions660x360″>

<div class=”edges”>
<img class=”croppable” src=”https://img.r7.com/images/vagalume-09012020112352014?dimensions=660×360″ title=”Vagalume” alt=”Vagalume” />
<div class=”gallery_link”>
</div>

</div>
<div class=”content_image”>
<span class=”legend_box “>Vagalume</span>
<span class=”credit_box “>Vagalume</span>
</div>
</div>

<p><a href=”https://www.vagalume.com.br/tom-delonge/”>Tom DeLonge</a> vendeu os direitos autorais de todas as músicas que ajudou a escrever com o <a href=”https://www.vagalume.com.br/blink-182/”>Blink-182</a>. O músico foi um dos fundadores da banda de pop-punk e ficou com eles de 1992 a 2005 e de 2009 a 2015, quando o trio retornou de um hiato. <br><br>
Nesse tempo, DeLonge gravou seis discos que, juntos venderam mais de 35 milhões de cópias ao redor do planeta – os best-sellers são “Enema of the State” (1999) e “Take Off Your Pants and Jacket” (2001).<br><br>
A responsável pela compra das 157 canções foi a companhia de investimentos Hipgnosis Songs, a mesma que já adquiriu os catálogos do produtor Jack Antonoff e dos <a href=”https://www.vagalume.com.br/the-chainsmokers/”>Chainsmokers</a>. As músicas da banda no princípio eram creditadas a Tom DeLonge e Mark Hoppus. Posteriormente, o baterista Travis Barker também passou a ser incluído como parceiro.<br><br>
Sobre o acordo, DeLonge disse ser uma honra poder fazer música por tantos anos e estar na posição de ser um parceiro da Hipgnosis. Para o músico, essa é uma maneira excelente de celebrar o seu passado e, ao mesmo tempo, receber um suporte para criar mais canções pelas décadas que virão. O valor que o artista recebeu pela venda não foi divulgado.<br><br>Fonte: <a href=”https://www.vagalume.com.br/news/2020/01/09/tom-delonge-vendo-os-diretos-autorais-das-musicas-que-fez-com-o-blink-182.html”>Vagalume</a></p>
Fonte: r7 Music