<a href=”http://www.tenhomaisdiscosqueamigos.com/2020/01/07/baixista-limp-bizkit-mentiu-doenca/”><div class=”media_box full-dimensions660x360″>

<div class=”edges”>
<img class=”croppable” src=”https://img.r7.com/images/sam-rivers-do-limp-bizkit-07012020190347671?dimensions=660×360″ title=”Sam Rivers do Limp Bizkit” alt=”Sam Rivers do Limp Bizkit” />
<div class=”gallery_link”>
</div>

</div>
<div class=”content_image”>
<span class=”legend_box “>Sam Rivers do Limp Bizkit</span>
<span class=”credit_box “>Tenho Mais Discos Que Amigos</span>
</div>
</div>

</a>Foto via Wikimedia Commons Lá em 2015, <strong>Sam Rivers</strong> anunciou seu afastamento do<strong> Limp Bizkit</strong> por conta de um problema na coluna, mas a real causa acaba de vir à tona.

Em um relato ao livro <em><strong>Raising Hell (Backstage Tales From the Lives of Metal Legends)</strong></em>, de Jon Wiederhorn, Rivers revela que estava sofrendo por conta de seu alcoolismo. O músico precisou de um transplante de fígado para sobreviver e poder voltar ao palcos em 2018.

O baixista disse (via <a href=”https://loudwire.com/limp-bizkit-bassist-liver-transplant/” target=”_blank”>Loudwire</a>):
Eu tenho uma doença hepática por beber demais. Eu tive que deixar o Limp Bizkit em 2015 porque me sentia tão horrível e, alguns meses depois, percebi que tinha que mudar tudo porque estava com uma doença hepática muito séria. Parei de beber e fiz tudo o que os médicos me disseram. Fiz tratamento para o alcoolismo e fiz um transplante de fígado, o que foi uma combinação perfeita.
A recuperação não foi rápida, já que Rivers teve uma recaída durante o processo e quase morreu. Ele continua:
Fui diagnosticado em 2011. Na verdade, não entendi o que estava acontecendo naquela época. Parei de beber e lutei um pouco com essa doença do fígado. Fiquei limpo por nove ou dez meses e saí em turnê. Eu estava super limpo, mas minha vida em casa não estava tão boa na época e, assim que saí da turnê, comecei a beber e depois a beber mais. Voltei a ser um bêbado horrível novamente.

Ficou tão ruim que tive que ir ao hospital da UCLA e o médico disse: ‘Se você não parar, vai morrer. E agora, parece que você precisa de um fígado novo’. Lutei contra a doença hepática por alguns anos e ela ganhou. Eu tive que fazer um transplante de fígado em 2017.
Apesar do relato em detalhes, Sam Rivers não explicou o motivo de ter dado outro diagnóstico aos fãs do Limp Bizkit. Ele voltou a se apresentar com o grupo em 2018.

<em><strong>LEIA TAMBÉM: <a href=”http://www.tenhomaisdiscosqueamigos.com/2019/11/11/fred-durst-comercial/” target=”_blank”>Fred Durst aparece em comercial que zoa o Limp Bizkit; assista</a></strong></em>
Fonte: r7 Music