Blastfemme

Blastfemme
Tenho Mais Discos Que Amigos

Foto: Divulgação O punk é um dos nortes do grupo carioca Blastfemme, formado por Daniele Vallejo (vocal), Vladya Mender (bateria), Jhou Rocha (baixo) e Paulo Igor de Assis (guitarra).

Este ano, a banda lançou seu homônimo disco de estreia, com dez eletrizantes faixas com letras em português e em inglês. O resultado é um rock dançante com o devido peso, capaz de flamejar corações!

Entre as principais influências do grupo, estão nomes como Nirvana, Savages, The Stooges, Sonic Youth e Yeah Yeah Yeahs. Confira abaixo:


Drik Barbosa

Drik Barbosa

Drik Barbosa
Tenho Mais Discos Que Amigos

Foto: Bruno Trinidade

Divulgando o seu ótimo disco de estreia, a cantora Drik Barbosa tem aproveitado muito bem suas novas canções.

Desta vez, ela divulgou o videoclipe da faixa ‘Luz‘, gravada em parceria com Rael e Emicida. Lançado como um ‘álbum visual’, o clipe se passa em uma espécie de quarto no qual o trio, vestido de vermelho, canta seus respectivos versos.

Confira abaixo:

 
Batucada Tamarindo

Batucada Tamarindo

Batucada Tamarindo
Tenho Mais Discos Que Amigos

Foto: José de Holanda

Uma grande celebração à música percussiva negra e brasileira. É assim que podemos resumir, logo de primeira, a sonoridade do grupo paulista Batucada Tamarindo.

Com constantes referências a orixás e sempre guiado por criativas linhas de percussão, o grupo lançou recentemente seu homônimo disco de estreia com oito faixas.

O trabalho pode ser entendido como um ato político em prol da melhora social. As inspirações estéticas para a sonoridade do grupo passeiam também pela música cubana, pelo maracatu e pela música mandingue do oeste da África.

Contemple este ótimo trabalho no player abaixo:

 
Cabra Guaraná
Foto: Divulgação

Até aqui você contemplou punk rock, hip-hop, musicalidades africanas… Que tal agora um  funk psicodélico?

Pois essa é a especialidade do Cabra Guaraná. Após o lançamento de várias divertidas e dançantes faixas ao longo do ano, o projeto disponibilizou a inédita ‘Medusa‘. A canção é definida como um ‘TrapFunkPopTriste’ e, de fato, traz elementos de uma sonoridade mais pop, se comparada aos lançamentos anteriores.

Interessante? Confira abaixo:

 
Dadona

Dadona

Dadona
Tenho Mais Discos Que Amigos

Foto: Ádilla Regattieri