Foto: Mauro Vieira/Ministério da Cidadania

Brasil e China vão trabalhar em conjunto para possibilitar a difusão e a transmissão de filmes e programas de TV de um país em canais por assinatura e em plataformas de Video On Demand (vídeo sob demanda) do outro. Termo de cooperação com esse objetivo foi assinado na tarde desta quarta-feira (13) pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, e pelo presidente do China Media Group (CMG), Shen Haixiong, em visita à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), em Brasília.

O acordo entre Brasil e China inclui também apoio mútuo para a realização de festivais de cinema, intercâmbio de profissionais da área do audiovisual e ampliação de coproduções. O protocolo para o intercâmbio tem validade de dois anos, prorrogáveis por mais dois.

Para o ministro Osmar Terra, ter a China como parceira no setor audiovisual e reprodutora dos conteúdos brasileiros vai beneficiar a indústria cinematográfica nacional. “Entrar nesse mercado para o Brasil é extraordinário. E tendo essa sinalização do China Media Group, nós teremos a oportunidade de entrar com a produção nacional na China, ficar conhecido, aumentar a renda nos nossos produtores, ter coproduções, estimular que a população chinesa conheça o Brasil melhor. É um mundo que se abre nesse tipo de colaboração que até pouco tempo atrás não conseguíamos imaginar”, comemorou Terra.

O presidente do China Media Group, Shen Haixiong, destacou que a empresa asiática tem grandes expectativas em relação à cooperação com o Brasil. “Tenho muita confiança em nossa cooperação. Na verdade, o nosso grupo CMG é muito grande e um parceiro no Brasil é longe do necessário. Nós temos vários canais precisando de uma quantidade grande de conteúdo. Precisamos de cada vez mais parceiros do Brasil para satisfazer a demanda do povo chinês”, destacou.

China Media Group

O China Media Group é um dos maiores conglomerados de mídia do mundo. A empresa opera uma vasta rede de transmissão e distribuição de conteúdo, composta por 47 canais de televisão, dos quais sete canais oferecem conteúdo em seis idiomas para 162 países e regiões. Também possui 17 bandas de radiofrequência destinadas ao público chinês e programação de rádio em línguas estrangeiras, além de três sites de notícias, 20 jornais e periódicos de circulação nacional.

O CMG construiu o maior arquivo audiovisual do mundo, com quase três milhões de horas de material. Produz diariamente cerca de 900 horas de programas de TV e 4.400 horas de conteúdo de rádio e áudio on-line.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa


Fonte: Cultura