Zack de la Rocha Rage Against the Machine

Zack de la Rocha Rage Against the Machine
Tenho Mais Discos Que Amigos

Reprodução/Facebook Com a volta do Rage Against the Machine nesta última sexta-feira (01), a MTV resgatou uma entrevista pra lá de interessante com Zack de la Rocha.

Em 1999, em conversa com a emissora, o músico falou sobre como os jovens não gostavam de se envolver com política. Segundo ele, o assunto se tornava maçante quando abordado formalmente — ainda mais tendo em vista o modelo de governo usado nos Estados Unidos.

De La Rocha então cita o poder da música para levar o tema à juventude, afirmando que ‘acordes de guitarra e um grito’ surtem um maior efeito neste caso.

Leia sua fala:
Socialmente e politicamente, eu acho que é importante, mais uma vez, criar uma espécie de mídia alternativa e usar esse espaço onde as pessoas possam discutir política. Eu eu acho que política é meio, você sabe, para muitas pessoas jovens, essa política tradicional, eleitoral, é vista como um fardo que eles não querem carregar, e eu entendo isso. Porque, especialmente na América, você tem dois partidos que estão em busca do poder da América e que comandam a Casa Branca, e isso não se relaciona ao dia-a-dia dos jovens.

Eu sempre achei que você pode se comunicar melhor através, você sabe, de acordes de guitarra e um grito, do que do- e ter uma ligação com a juventude, do que com quem está na Casa Branca.
Assista ao vídeo abaixo.
Rage Against the Machine

MTV News Interviews Rage Against The Machine In 1999

Rage Against the Machine are coming back, and they’re playing Coachella 2020. 🤘 In honor of their return– and the 20th anniversary of 'The Battle Of Los Angeles'– we’re throwing it back to 1999 when Zack De La Rocha talked politics and resonating with young people.

Posted by MTV Classic on Friday, November 1, 2019

Saiba tudo sobre o retorno do Rage Against the Machine aos palcos após nove anos clicando aqui.
Fonte: r7 Music