Zakk Wylde no Samsung Best of Blues-6

Zakk Wylde no Samsung Best of Blues-6
Tenho Mais Discos Que Amigos

Foto por Stephanie Hahne/TMDQA! Aconteceu neste domingo (27), em São Paulo, mais uma edição do Samsung Best of Blues, festival gratuita da marca de tecnologia. Desta vez, o evento trouxe ao Brasil os gigantes Zakk Wylde e Kenny Wayne Shepherd, para a alegria de quem curte um Rock e também um Blues de qualidade.

Como nos últimos anos, o festival aconteceu mais uma vez no Auditório do Ibirapuera, um dos palcos mais interessantes da cidade. Como parte do Parque Ibirapuera, o edifício conta com um palco em sua parte de trás, com todo seu comprimento servindo como um gigante telão.

Telão esse que não foi necessário desde o começo, já que o evento começou cedo com uma das surpresas mais gratas da edição. As irmãs Nina e Tatiana Pará subiram ao palco às 17h30 para abrir os trabalhos da melhor forma possível — com muita música boa. A dupla, munida apenas de uma guitarra e bateria, mandou ver no instrumental de músicas autorais e algumas covers. O público, que esperava ali debaixo do sol para ver seus ídolos, se impressionou com a musicalidade da apresentação e aplaudiu por vários minutos após seu fim. Escolha acertada!

Continua após as fotos

Kenny Wayne Shepherd, blueseiro da melhor categoria, tomou o palco de assalto e também tocou para um público que não era o seu. Mesmo assim, dizemos com tranquilidade que o americano fez o melhor show da noite.

Acompanhado de uma banda pra lá de competente e que manda muito bem nos improvisos, Shepherd apresentou seu trabalho e deixou a galera de queixo caído — não só com sua habilidade ímpar na guitarra, como também com as próprias faixas, incríveis para quem curte o estilo. No repertório rolou até uma versão de um hit do Pearl Jam que fez uma porção do público cantar. Kenny reimaginou ‘Yellow Ledbetter’, sucesso da banda de Eddie Vedder, a renomeando para ‘While We Cry’ e dando seu próprio toque à melodia. A versão é incrível, fazendo jus à sua original com maestria.

Em sua primeira vez no Brasil, Kenny Wayne deixou uma boa impressão e com certeza saiu daqui com uma boa base de fãs.

Continua após a foto

Quem fechou a festa foi Zakk Wylde, recebido por milhares de fãs que o esperaram por horas e horas naquele domingo quente.

Guitarrista do Black Label Society e também de Ozzy Osbourne, foi com um mashup de ‘War Pigs’, do Black Sabbath, e ‘Whole Lotta Love’, do Led Zeppelin, que Wylde entrou no palco — ele tocou o hit do Sabbath na íntegra ao final do show, e ainda mandou ‘The Ocean’, do Zeppelin, no repertório.

Além destas, Wylde também tocou sons de The Allman Brothers Band, Pride & Glory e ‘Fire It Up’, da carreira solo. O setlist foi significantemente menor do que o de Porto Alegre, onde o músico também foi headliner do evento. A apresentação, entretanto, agradou os fãs que tanto aguardaram pelo momento.

Confira fotos exclusivas abaixo!


Fonte: r7 Music