Gilberto Gil e BaianaSystem

Gilberto Gil e BaianaSystem
Tenho Mais Discos Que Amigos

Não há dúvidas de que Gilberto Gil é um dos maiores nomes da história da música
brasileira. E também não há dúvidas de que o BaianaSystem é um dos mais celebrados por
aqui há alguns bons anos.

Pois pense como será incrível quando esses dois nomes se juntarem no próximo dia 03 de Novembro, em Salvador, e dividirem o palco no ‘Encontros Tropicais’,  idealizado pela Devassa Puro Malte Tropical, marca do grupo HEINEKEN no Brasil, como a primeira iniciativa proprietária para lançar a plataforma Tropical Transforma.

 
BaianaSystem, Gilberto Gil e a Confluência de Ideais

Gilberto Gil

Gilberto Gil
Tenho Mais Discos Que Amigos

Foto: Divulgação

Em 2016 o grupo BaianaSystem lançou o disco Duas Cidades, entrou no topo da nossa lista com os 50 melhores discos nacionais daquele ano e consolidou definitivamente o grupo como um dos mais interessantes do país.

A fórmula mágica da banda se deu quando o Baiana aliou seu trabalho de estúdio a um dos shows mais explosivos da música brasileira hoje em dia e letras que fazem críticas políticas e sociais das formas mais inteligentes possíveis, colocando o dedo na ferida sem usar elementos óbvios.

É aí que entra um ponto em comum com o mestre Gilberto Gil, que também passou boa parte de sua carreira questionando o que via à sua volta e procurando soluções para os problemas, retratando e documentando tudo isso com belas canções.

2019 é marcante para Gil, inclusive, por marcar os 50 anos do fim do Tropicalismo, movimento do qual ele fez parte e sobre o qual falamos extensivamente por aqui em uma matéria especial a respeito do assunto quando o disco “Tropicalia ou Panis Et Circencis” completou meio século de lançamento.

Além disso, ele acabou de mostrar que ainda tem lenha pra queimar quando lançou o disco OK OK OK em 2018, que ganhou versão deluxe em 2019.

No álbum, e principalmente sua faixa título, Gil faz exatamente o que falamos acima sobre o Baiana: uma crítica feroz construída de uma maneira que deixe sua mensagem bem clara sem precisar apontar nomes. São construções assim que não apenas o colocam em destaque mais uma vez como o aproximam de artistas com pontos de vida e técnicas parecidas.

No primeiro Encontros Tropicais, teremos a chance de ver de perto o encontro de duas distintas gerações de artistas baianos cujas obras permanecerão, de forma atemporal, colocando luz a respeito de questões importantes, servindo como ferramenta de transformação e marcando novos períodos da música brasileira.

É o encontro do velho e do novo, unidos por mais do que suas origens geográficas, mas
também por caminhos que os levaram até a arte, ao público e à troca com seus pares que
alavancou e irá alavancar a nossa música brasileira, celebrando cada vez mais a fase que
vivemos. Uma das mais ricas em toda história da música no país, a mistura de ritmos
que se transformam em algo que só o Brasil tem.

 
Encontros Tropicais – Gilberto Gil e BaianaSystem

BaianaSystem

BaianaSystem
Tenho Mais Discos Que Amigos

A primeira edição do Encontros Tropicais acontece no próximo dia 3 de novembro, em Salvador (BA), no Parque de Exposições (Av. Luís Viana, 1590 – Itapuã). Além do show de Gilberto Gil com BaianaSystem, a incrível Luedji Luna também se apresentará por lá, bem como o SoundSystem Ministereo Público.

Os ingressos gratuitos foram colocados à disposição do público e rapidamente se
esgotaram, mas uma segunda carga será disponibilizada nesta quinta-feira, dia 31 de
outubro, às 18 horas, por meio do link então é bom você ficar de olho!

Para garantir a entrada, é necessário ter um cadastro válido na Ingresso Rápido e por lá será necessário preencher o nome do titular do ingresso, data de nascimento, CPF, e-mail válido e número de telefone. A partir daí, é necessário realizar login na área dos ingressos e efetuar a reserva da sua entrada por lá.

Finalizando o processo corretamente, uma confirmação será enviada por e-mail e o ingresso emitido irá garantir a sua entrada no evento.
PROGRAMAÇÃO – ENCONTROS TROPICAIS
14h30 – Abertura dos portões e DJ Set com Patrick Tor4
16hs – SoundSystem Ministereo Público
17hs – Luedji Luna
19hs – Gilberto Gil e BaianaSystem
21hs – Encerramento
Tropical Transforma
A ideia do projeto é celebrar a música brasileira dando voz e espaço à ‘nova música tropical brasileira’, colocando luz sobre bandas e artistas que têm se destacado por grandes públicos fieis, inovação e a mistura de ritmos. E mais do que isso, a plataforma celebra a criatividade do brasileiro, que transforma o que é comum em algo só nosso. Ritmos distintos, em batidas que só o Brasil tem.

Os primeiros passos foram dados quando a marca se fez presente em festivais nacionais dos mais importantes, como o Sarará em Belo Horizonte, o Bananada em Goiânia e Wehoo em Recife, e agora é hora de traduzir o posicionamento de que ‘Tropical Transforma’ através de uma iniciativa própria, como conta Gabriel D’Angelo Braz, gerente de marketing da Devassa:
Nossa proposta é glorificar a criatividade e o nosso espírito transformador, mostrando que da Tropicália à nova música tropical brasileira, nosso espírito criativo sempre conectou influências e as transformou em algo novo.
Até o final de 2019, a marca ainda estará presente em outros festivais como o Se Rasgum (Belém – PA), Radioca (Salvador – BA) e DoSol (Natal – RN).
Fonte: r7 Music