Em 1994, o mundo todo estava chocado após o suicídio de Kurt Cobain. Naturalmente, alguns companheiros de profissão prestaram suas homenagens ao músico – dentre estas, uma das mais belas veio do R.E.M..

A banda liderada por Michael Stipe (que lançou seu primeiro single solo recentemente) incluiu a canção ‘Let Me In’ no disco Monster, lançado pouco mais de 5 meses após a morte de Kurt. A letra da faixa era um tributo direto ao líder do Nirvana, tendo trechos como ‘Eu tinha em mente tentar te parar / Me deixe entrar, me deixe entrar’.

Boatos da época dizem que Kurt tinha chegado a ouvir algumas das faixas que compuseram o disco do R.E.M. antes de sua morte. Agora, 25 anos depois, a banda relançou a faixa remixada e acompanhada de um lyric video.

O remix, além de trazer mais clareza à música, dá um tom ainda mais emocionante. A protuberância da carregada voz de Stipe e a sensação melancólica fortalecem a mensagem. Sobre esta, inclusive, o baixista Mike Mills falou em entrevista à Vice:

Nós estávamos tentando gravar um disco e lidar com o choque de tudo isso. Eu estava realmente muito orgulhoso do Michael por ser corajoso o suficiente para dizer algo sobre o impacto que isto teve nele. Eu fiquei honrado que algo que eu escrevi o fez querer usá-lo como veículo para os seus sentimentos, se é que isso faz algum sentido. Sempre foi super emocionante tocá-la ao vivo, porque nós iríamos nos juntar um ao lado do outro e fazê-lo como um pequeno e íntimo grupo, e sempre mexia muito conosco.
R.E.M. e a edição comemorativa de 25 anos do Monster

Monster é um dos mais icônicos discos do R.E.M. – para alguns, inclusive, o último ‘clássico’ dos caras. De toda forma, sua importância é inegável e a banda irá relançá-lo em uma edição comemorativa de 25 anos ainda este ano.

Além do remix de ‘Let Me In’, já estão disponíveis também um remix de ‘What’s the Frequency, Kenneth?’, a demo ‘Revolution 4-21’ e versões ao vivo de ‘Losing My Religion’, ‘Undertow’ e ‘Welcome to the Occupation’.


Fonte: r7 Music