Mais cedo neste ano, o Dead Fish lançou o incrível disco Ponto Cego, cujo primeiro single ‘Sangue Nas Mãos’ esteve inclusive na nossa lista preliminar das 50 melhores músicas nacionais do ano.

No entanto, desde o lançamento do álbum – em maio – a banda estava ‘devendo’ o primeiro clipe. E essa dívida foi paga com muito estilo com a chegada da produção visual que acompanha a pedrada ‘Sombras da Caverna’.

Inspirado no trecho “Privilegiada visão / De frente pra tela / Escolhe achar real /Simplista, plausível / Pra que pesar? / Elege a ilusão”, o vídeo mostra o trio Rodrigo Lima (voz), Marco Melloni (bateria) e Ric Mastria (guitarra) utilizando óculos de realidade virtual enquanto tocam seus instrumentos.

Com direção de Raphael Erichsen, o clipe traduz um clima escuro e denso através de sua fotografia e mistura takes da banda com a dançarina contemporânea Daniela Morais. Definidos por Erichsen como ‘A Dança da Cegueira’, os movimentos desta exploram a luz e sua ausência e culminam com ela formando a posição de Têmis, deusa da justiça, com os olhos vendados.

Ao final do post, você pode conferir o belo clipe – que se encerra com uma mensagem forte: ‘A justiça deve ser imparcial apenas para quem lhe convém’.

Dead Fish
Antes de lançar o vídeo, o Dead Fish já havia disponibilizado um documentário sobre as gravações de Ponto Cego. Para saber mais ainda sobre o processo do disco, veja nossa entrevista exclusiva com Rodrigo – onde ele explica que sente ‘muita raiva’.


Fonte: r7 Music