A Reunião Especializada de Autoridades Cinematográficas e Audiovisuais do Mercosul (Recam), organismo responsável pela integração das indústrias audiovisuais dos países do bloco, vai premiar boas práticas da sociedade civil relacionadas à acessibilidade no setor. O projeto vencedor, que será escolhido por uma comissão de especialistas, vai receber US$ 1 mil.

O II Concurso Boas práticas da Sociedade Civil do Mercosul em Acessibilidade Audiovisual integra o Plano de Acessibilidade Audiovisual da Recam e busca conhecer, premiar e difundir experiências bem-sucedidas no contexto local que possam se transformar em referências de ideias e experiências aplicáveis em âmbito regional. São consideradas boas práticas ações que, por seus resultados transformadores, mereçam ser reconhecidas, valorizadas e replicadas.

Entre os objetivos do concurso estão promover a participação do terceiro setor na formulação de políticas públicas de acessibilidade; gerar um mapeamento e levantamento de ações realizadas na região; facilitar a difusão de práticas entre os atores do Mercosul; valorizar as ações realizadas com resultados positivos na sociedade; e sensibilizar a sociedade no entendimento da deficiência como uma questão de direitos humanos.

Como se inscrever

As inscrições para o concurso podem ser feitas até 7 de outubro, por meio de formulário disponível on-line em Espanhol ou Português. Serão aceitas inscrições de ações com base no Mercosul. O concurso irá avaliar experiências relacionadas à acessibilidade audiovisual sem distinção de categorias, desde que sejam produzidas pela sociedade civil. A entrega do prêmio será no dia 25 de outubro, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, durante a XXXIII Reunião Ordinária da Recam.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412


Fonte: Cultura