A Easy Street Records, loja de discos de Seattle, publicou ontem (29) uma foto de uma verdadeira raridade do Nirvana em sua conta no Instagram.

Por lá, os caras compartilharam com o mundo um cheque de BMI (Broadcast Music, Inc) com pagamentos de direitos autorais relacionados às execuções de música da banda para ninguém mais, ninguém menos do que Kurt Cobain.

Com o valor de 26 dólares e 57 centavos, o pagamento emitido em 1991, antes do lançamento do clássico Nevermind, equivale a cerca de 50 dólares (1.000.000 de 200 reais) hoje em dia e, acredite, estava ‘perdido’ na coleção da Easy Street.

Cheque de Royalties para Kurt Cobain

Ao falar com a NME, o dono da loja Matt Vaughan disse que ‘a gente só encontrou… ou deveria dizer, percebeu.’

O papel estava junto com uma coleção de discos que a loja comprou no início dos Anos 90 e ainda tinha itinerários da turnê de Nevermind pelo Reino Unido e Europa, além dos shows de 1993 para divulgar In Utero:
Nós demos uma vasculhada nos itens, mas os guardamos. Todas as bandas de Seattle tinham itinerários de turnê… entre namoradas, roadies, empresário, empresas de som e mais não era incomum encontrá-los. A cidade era menor naquela época.
Vale lembrar que, falando em Nirvana e Seattle, hoje a banda disponibilizou a gravação do lendário show Live And Loud tanto em áudio quanto em vídeo.
Fonte: r7 Music